domingo, 13 de fevereiro de 2011

Meu interior ...

Sentei-me em um canto de minha casa, ouvindo algumas musicas tristes, e comecei a pensar em minha vida, comecei a pensar em mim, na minha alma, em meu interior. E percebi que muitas vezes eu me perco em meio de tantas informações que acabo guardando dentro de mim, sou uma garota que não sabe demonstrar o que realmente sente, acho que isso pode ser conseqüência de “amores anteriores”, as paixonites de adolescentes e quando fico pensando assim, eu vejo que no fundo, mais bem lá no fundo sou uma garota romântica , mas não sou o tipo de garota que largaria tudo por um grande amor. Às vezes me acho auto-suficiente pra ser feliz sozinha, e depois fico pensando, o que seria de mim, sem meus amigos e minha família? O que ? É sou uma garota difícil de decifrar. Às vezes eu me olho no espelho e me pergunto. Quem é você? Mas nunca encontro resposta alguma pois parece que meu reflexo também não sabe. Eu fico sentada no mesmo canto, já acostumada com essa melancolia interna , fecho meus olhos e entro em um mundo de sonhos que atravessa a fronteira do pensamento, em um lugar onde eu possa me conhecer melhor. Um lugar onde ninguém tem acesso algum, em meu interior, em minha mente. Fico me imaginando, encostada em uma árvore, olhando pra um jardim lindo e perfeito, onde eu me encontro comigo mesma, pra falar de tristes lembranças e o mais importante, pra falar de mim.

MINHA AUTORIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget