segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Eu podia ver nos seus olhos, que você honestamente acreditou que eu não te queria mais. O conceito mais absurdo, mais ridículo – como se houvesse alguma forma de eu existir sem precisar de você!
Lua Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget